Saiba como otimizar as principais rotinas financeiras da empresa

Saiba como otimizar as principais rotinas financeiras da empresa

Não seria equivocado afirmar que o setor financeiro de qualquer empresa, independentemente de seu porte ou do segmento em que atua, é o verdadeiro pulmão da organização.

Em função de seu caráter estratégico — cujo funcionamento, quando adequado, garante que os gestores possam respirar tranquilos —, a operação financeira desponta como um aspecto sensível à saúde e à perenidade do negócio.

Quais são, portanto, as principais rotinas de controle financeiro e como é possível otimizá-las no cotidiano? Saiba agora!

1. Contas a pagar e contas a receber

As rotinas de pagamento, assim como as de recebimento, são estratégicas. Para garantir a conformidade dos prazos, evitando transtornos e prejuízos, é importante que as demandas estejam organizadas, conectadas e registradas.

A despeito disso, caso a operação seja excessivamente manual, não é raro que haja, em alguma etapa do processo, uma alta incidência de erros — o que, na maioria das situações, também gera a necessidade de retrabalhos para efetivar ajustes e correções.

No intuito de otimizar a gestão de contas (a pagar ou a receber), portanto, é indicado que se recorra à padronização de processos e à automatização de tarefas, assegurando o cumprimento de prazos e a adequada disponibilidade de recursos.

 Com o Areco ERP, todas as rotinas relacionadas à movimentação financeira de contas (a pagar ou a receber) estão integradas e são automatizadas pelo sistema. Dentre as funcionalidades do software, desponta a simplificação dos registros referentes a baixas, adiantamentos e renegociações. Além disso, o ERP também emite boletos, gera notas de débito e facilita o processo de cobrança escritural.

2. Conciliação bancária

A conciliação bancária pode se tornar um verdadeiro martírio aos analistas financeiros. Isso porque a conferência das movimentações da conta pode tomar um tempo precioso — que poderia ser empregado em atividades com maior valor agregado.

Na maioria das vezes, a empresa mantém várias contas, em diversas instituições bancárias, e o processo de validação de saldos se torna moroso e, claro, também um pouco perigoso: qualquer equívoco pode gerar transtornos que originam desde a necessidade de uma nova conferência até o acionamento de outras áreas e/ou entidades envolvidas.

Com o Areco ERP, os processos de Tesouraria são automatizados, facilitando a gestão dos recursos e as análises financeiras imprescindíveis ao negócio. Em específico, no caso da conciliação bancária, o sistema importa todos os lançamentos da conta para o ERP, integrando o extrato bancário para compará-lo com o saldo do controle interno. Desta forma, suportando a integração com instituições bancárias e a importação automática de dados, as rotinas de conciliação são potencializadas.

3. Fluxo de caixa

O fluxo de caixa é uma análise essencial à saúde da empresa — e une todas as operações da área financeira, inclusive as mencionadas acima. Diretamente ligada à gestão de contas a pagar e a receber, por exemplo, o relatório condensa as transações efetuadas no período e indica qual é a situação monetária da empresa — evidenciando problemas ou oportunidades de caixa.

Uma boa análise de fluxo de caixa propicia vantagens estratégicas na gestão do negócio, contribuindo para considerar possibilidades de negociação, observar impactos na folha de pagamento e sustentar a validação do planejamento tributário.

Com o Areco ERP, o gestor tem acesso online a diferentes modelos de visualização (incluindo representações gráficas) para compor um exame analítico, sintético e analítico. O controle pode ser feito por períodos determinados e admite a consolidação de dados de diversas empresas e contas, oferecendo uma ampla gama de opções para filtros e pesquisas e proporcionando uma visão consistente do negócio.

 

A importância de otimizar as rotinas financeiras da empresa

As rotinas financeiras são inerentes à atividade empresarial — e a complexidade das análises aumenta à medida em que a operação cresce e se desenvolve.

Neste cenário, é importante que os gestores estejam atentos às demandas internas e saibam se posicionar ante às decisões estratégicas que são exigidas no cotidiano do negócio. Na área financeira, essa máxima é ainda mais verdadeira e recorrente.

Para assegurar a credibilidade dos dados e a assertividade das conclusões, portanto, o apoio de um sistema integrado de gestão é fundamental. Apenas ao dispor de informações críveis e transparentes, capazes de alicerçar táticas e investimentos, é possível tornar a operação mais robusta, sustentável e lucrativa.

O Areco ERP conta com onze módulos totalmente integrados, do CRM ao BI, e gerencia todas as etapas do workflow. No software, as rotinas financeiras, fiscais e de controladoria são integradas e automatizam a execução de processos complexos e essenciais, explorando diversos níveis de detalhe.

Quer saber como podemos ajuda-lo a impulsionar o seu negócio?

FALE COM UM CONSULTOR!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *