Os principais benefícios da integração contábil

Os principais benefícios da integração contábil

A contabilidade é, sem dúvida, uma das grandes protagonistas na gestão de qualquer empresa — independentemente do tamanho ou do segmento em que atue. Não é nenhum exagero, portanto, afirmar que as rotinas contábeis são fundamentais à sobrevivência do negócio, uma vez que registram o passado e, com isso, determinam o futuro da organização.

Nesse âmbito, a integração contábil desponta como uma poderosa ferramenta para assegurar mais controle operacional e mais segurança na conformidade legal das empresas. Ao explorarem os métodos com consistência, os líderes e contadores são mais ágeis nos fechamentos obrigatórios e têm mais confiança nos dados emitidos.

Por que a integração contábil é importante?

As exigências contábeis, fiscais e tributárias, no Brasil, são bastante amplas e rigorosas. Um levantamento da Receita Federal apontou que as empresas nacionais gastam, em média, 600 horas por ano para calcular e pagar impostos e contribuições — o que equivale a 25 dias de expediente.

Para evitar retrabalhos desnecessários e otimizar as operações burocráticas, a integração contábil, possibilitada pela tecnologia de gestão, desponta como uma excelente aliada.

Alguns dos principais benefícios da prática são:

1. Agilidade nos fechamentos fiscais do módulo SPED

Com o projeto de digitalização das escriturações fiscais e contábeis, o SPED demanda uma série de arquivos que devem ser remetidos ao Governo com periodicidade e critérios específicos, valendo-se da tecnologia para corresponder às demandas de entrega.

A emissão dos documentos é, sem dúvida, muito mais simples e rápida (demandando, em geral, apenas alguns cliques) quando os registros financeiros e contábeis já estão organizados e centralizados, já imputados seguindo regras contábeis previamente definidas e que atendem às demandas da empresa.

Por isso, a eficiência e o suporte do software, ainda no que tange aos procedimentos contábeis, tornam-se também indispensáveis à conformidade fiscal, garantindo que a empresa cumpra suas obrigações perante os órgãos competentes.

2. Facilidade na conciliação bancária

A conciliação bancária, em sua missão de comparar o saldo das contas no banco com o controle financeiro interno da empresa, é de extrema importância para garantir a segurança das informações financeiras e da movimentação de caixa.

Nesse caso, quando as parametrizações referentes às contas financeiras atendem às demandas do Contas a Pagar e do Contas a Receber, o processo de conferência é mais simples e rápido.

O processo de integração contábil, por sua vez, facilita ainda mais essa rotina justamente ao assegurar que as informações sejam registradas de modo estruturado. Basta, então, que o analista responsável faça a checagem para que certifique a pertinência dos valores e prossiga com os fechamentos.

A função da tecnologia de gestão na integração contábil

A mensagem, portanto, é clara: apenas ao contar com um sistema de gestão aderente às operações e capaz de corresponder às demandas fiscais, entregando todo o suporte às normativas do Governo, é possível otimizar processos contábeis e garantir a segurança dos dados remetidos.

O Areco ERP automatiza regras de integração contábil para operações de contas a pagar, contas a receber, estoque, ativo fixo e faturamento. Assim, os envios do SPED e as rotinas de conciliação bancária, para citar apenas alguns exemplos, são potencializadas e ocorrem de modo mais seguro e transparente.

Vale lembrar que esse processo também facilita o trabalho dos escritórios de contabilidade, que tratam e validam os arquivos gerados pelo sistema.

 

Sua empresa precisa de mais eficácia, confiabilidade e performance? Para saber como podemos ajuda-lo,

 

FALE COM UM CONSULTOR!

 

E mais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *