A importância do ERP na gestão contábil da empresa

A importância do ERP na gestão contábil da empresa

Pela lei, todas as empresas ativas, independentemente de seu porte ou de sua natureza jurídica, são obrigadas a manter rotinas de escrituração contábil. A legislação prevê que haja transparência e efetividade nas informações levantadas, assegurando a saúde do negócio e o cumprimento das exigências financeiras e fiscais.

A gestão contábil, portanto, é mais que uma medida rotineira, ainda que diretamente associada à competitividade da organização. As tarefas são, na verdade, um pilar importante à perenidade da companhia, uma vez que viabilizam a atividade perante a Legislação vigente. Neste contexto, não seria equivocado dizer que ferramentas robustas de gestão — tais como o ERP — são fundamentais para garantir a conformidade contábil e, claro, o crescimento da operação como um todo.

 

A escrituração contábil: memória e identidade

Nos escritórios de contabilidade, é comum encontrar quem diga que a escrituração fiscal funciona como uma espécie de documentação corporativa. As demandas contábeis dão sustentação às rotinas da empresa e permitem que informações e registros sejam mais facilmente encontrados, facilitando não somente a administração de documentos obrigatórios, mas também a análise coesa das transações empresariais.

Na prática, o acirramento da concorrência e a alta competitividade do mercado ressignificou a importância da contabilidade nas empresas modernas. Se antes a preocupação era restrita, voltada a atender exigências do Fisco, hoje as ferramentas contábeis são valiosos instrumentos de gestão — sem os quais não é possível manter a lucratividade e buscar a expansão dos negócios.

A escrituração contábil, portanto, vai além da operacionalização dos eventos empresariais em ordem cronológica. Sua missão é a de criar memória — facilitando o acesso a dados passados, que podem contribuir para entender o presente ou desbravar o futuro — e preservar a identidade da companhia, mantendo-a íntegra e sólida em um mercado cada vez mais volátil e desafiador.

 

A importância do ERP na gestão contábil

A alta concorrência, que pressupõe o esforço para que haja diferenciação e rentabilidade, exige a otimização de processos. Não é diferente na parte contábil: é preciso que as empresas (e seus parceiros contábeis) retifiquem suas operações e antevejam oportunidades. O ERP, portanto, é a ferramenta ideal para que profissionais da área e escritórios de contabilidade, enquanto parceiros essenciais à efetividade dos controles, possam dispor de mecanismos transparentes de registro e de apuração.

Neste âmbito, a utilização de um ERP aderente e alinhado às dinâmicas corporativas sugere que há maior controle e maior efetividade nas rotinas contábeis. Afinal, o sistema automatiza operações e minimiza o retrabalho, aumentando a confiabilidade dos dados e facilitando a entrega da documentação contábil, fiscal e financeira exigida legalmente.

No cotidiano operacional, a tecnologia de gestão funciona não apenas como um extenso repositório de dados, cujo acesso é transparente, simples e rápido. O ERP também contribui largamente para que haja mais segurança e autonomia na gestão contábil da organização, potencializando a assertividade das decisões que são tomadas no dia a dia do departamento.

Os benefícios da incorporação de um software completo e atualizado são, de fato, inúmeros e preciosos! Não deixe de conhecer algumas das principais razões!

 

Evita fraudes e transtornos legais

Este ponto é, provavelmente, um dos mais importantes à gestão de empresas de alta performance: a correta escrituração contábil protege a empresa contra eventuais fraudes cometidas por má-fé. A partir dos registros formais e das análises técnicas, é possível identificar gargalos e encontrar a raiz do problema, combatendo-o de forma localizada. A ação rápida é essencial para assegurar a saúde do negócio e a tecnologia de gestão tem papel fundamental na agilidade corretiva.

 

Auxilia na diminuição da carga tributária

Impostos e tributos são fontes inesgotáveis de análise aos gestores brasileiros. Isso porque a carga que incide sobre empresas — de todos os portes e segmentos de atuação — é altíssima. Há, porém, uma alternativa legal para pleitear a diminuição da carga tributária: a gestão contábil permite que o enquadramento do regime seja continuamente reavaliado, viabilizando oportunidades de economizar recursos de modo transparente. Além disso, o domínio das informações contábeis endossa possíveis isenções fiscais.

 

Aprofunda o entendimento acerca das despesas

Em um grande número de empresas — principalmente naquelas em que o controle de caixa é deficiente —, despesas fora de controle são o principal motivo de mortalidade. O monitoramento das transações corporativas é, portanto, essencial para manter o saldo positivo e fortalecer a saúde da companhia no curto, médio e longo prazo. A gestão contábil adequada gera uma visão ampla da alocação de recursos, possibilitando que o panorama de custos e despesas seja revisto com critério e rigidez.

 

O Areco ERP na gestão contábil

O Areco ERP é uma solução completa para a gestão enxuta e assertiva dos processos contábeis, fiscais e financeiro. O módulo correspondente, totalmente integrado às demais áreas do negócio, confere mais agilidade e eficiência às operações cotidianas, facilitando os registros tanto quanto as análises.

Na prática, o Areco ERP automatiza regras de integração contábil para operações de contas a pagar, contas a receber, estoque, ativo fixo e faturamento. Assim, os envios do SPED e as rotinas de conciliação bancária, para citar apenas alguns exemplos, são imediatamente otimizados e passam a ocorrer de modo mais seguro e transparente. É ótimo para o gestor, mas é também excelente para a contabilidade que o atende.

Quer saber como podemos maximizar a gestão contábil de empresas focadas em resultado?

Fale com um consultor!
(19) 3849-4355
contato@areco.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *