Tudo sobre EDI: o que é, quais são os benefícios e como o Areco ERP pode ajudar

Tudo sobre EDI: o que é, quais são os benefícios e como o Areco ERP pode ajudar

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

A grande maioria dos gestores já está familiarizado com o conceito — e com o potencial — do EDI (Electronic Data Interchange). A tecnologia, que surgiu em meados da década de 60, continua evoluindo e permanece mais atual do que nunca: sem ela, a dinâmica de troca de dados perde consistência, rapidez e confiabilidade. A empresa, por sua vez, perde mercado e competitividade.

A boa notícia é que o Areco ERP, software responsável por integrar departamentos e por centralizar as informações da companhia, também dispensa atenção à importância do EDI. Com a integração ativa, líderes e analistas podem, então, distribuir e receber documentos comerciais com mais segurança e celeridade, otimizando os recursos — humanos, financeiros e de tempo — e as rotinas.

O que é, afinal, o EDI?

A sigla EDI tem origem na língua inglesa e, em tradução livre para o português, significa “troca eletrônica de dados”. Trata-se, na prática, da transmissão automática de informações entre duas empresas informatizadas, contribuindo para agilizar o relacionamento comercial — e as operações estratégicas — de ambas.

O EDI, por si só, tem uma missão integradora: a tecnologia permite que dois sistemas independentes transmitam dados comerciais, fiscais ou logísticos de modo seguro e transparente. A partir de um modelo padronizado, é possível compartilhar pedidos, notas (de remessa ou fiscais), listas e informações de inventário, por exemplo.

Ainda que o EDI seja útil a uma diversidade ampla de empresas — considerando que quase todas as transações realizadas por e-mail ou fax, para citar apenas dois métodos, podem ser substituídas por esse tipo de transmissão —, é comum encontrar demandas maiores pela solução em montadoras e indústrias automotivas.

Nestes segmentos, em específico, a qualidade da comunicação na cadeia de suprimentos é essencial para viabilizar a boa performance da produção. A troca de mensagens valida a rastreabilidade comercial e explora a cadeia logística com ainda mais eficiência. O just in time, conceito que costuma reger as fábricas automotivas, certamente requer uma tecnologia capaz de estimular a produção sem, no entanto, desperdiçar os recursos corporativos. Vale apostar no EDI!

Quais são os principais benefícios do EDI?

A essa altura, você provavelmente já percebeu que o EDI representa uma espécie de evolução no relacionamento comercial. As vantagens de automatizar remessas de documentos, padronizando arquivos de modo a viabilizar a integração de dados, são inúmeras. E mais: esse tipo de tecnologia também funciona como um poderoso diferencial competitivo.

Entre os benefícios mais relevantes, cabe reforçar, por exemplo:

  • a possibilidade de receber pedidos de maneira automática, permitindo que as equipes (produtivas e comerciais) antecipem as demandas da fábrica;
  • a otimização do recebimento e da expedição de materiais, diminuindo o lead time e melhorando a performance do time;
  • a redução do tempo de processamento dos pedidos e a minimização de erros operacionais, considerando que não há necessidade de redigitação.

Não é equivocado dizer, portanto, que o EDI extrapola sua função primordial de transmitir informações entre sistemas. Além de garantir a assertividade da comunicação entre parceiros, a tecnologia de dados também tem um importante valor estratégico: ao dispensar o retrabalho de redigitação, os profissionais envolvidos ganham tempo e podem se dedicar a desenvolver tarefas de maior valor agregado.

Como funciona a integração EDI no Areco ERP?

A tecnologia do Areco ERP é robusta e atualizada, permeando todo o workflow corporativo. Em termos gerais, isso quer dizer que a tecnologia está preparada para atender às demandas de uma operação complexa e integrada, entregando eficiência e agilidade aos mais diversos setores da companhia.

O EDI é, sem dúvida, um dos recursos diferenciais. Neste caso, a troca eletrônica de dados é usualmente feita a partir de um arquivo estruturado, enviado pelo sistema externo e, então, incorporado ao Areco ERP.

Depois de receber o documento, o ERP decodifica as informações e pupula uma tabela — seja ela um cadastro de produto ou um valor de conta contábil, por exemplo —, suprimindo a necessidade de intervenções manuais e eliminando a incidência de erros na redigitação.

Diante disso, fica fácil perceber que a missão do EDI é otimizar rotinas e impulsionar processos. A tecnologia integrada substitui a troca de e-mails (ou mesmo a remessa em papel) por padrões eletrônicos altamente confiáveis. Assim, é possível acelerar a interação com fornecedores e demais parceiros de negócio.

Por que o Areco ERP é a melhor opção para indústrias automotivas?

A Areco Sistemas Empresariais tem mais de 30 anos de história — e, a cada novo capítulo, parcerias produtivas são construídas sobre alicerces de alta performance, confiança e sucesso mútuo. A indústria automotiva, que é bastante dependente da integração EDI, desponta como um dos segmentos atendidos pelo Areco ERP.

Rivail Calderini, proprietário da Autopoli Automotive Technology, é enfático ao compartilhar os impactos positivos da implantação do software nas rotinas da companhia. “Em pouco tempo conseguimos, além de obter números mais precisos, integrar de fato os vários setores da empresa e fazer com que as ferramentas de automação e gestão do Areco ERP operassem, atingindo os resultados”, ressalta o CEO.

O Areco ERP é, sem dúvida, uma ferramenta indispensável à competitividade das organizações. O motivo é simples: quando há tecnologia de ponta, uma equipe de profissionais experientes e o desejo contínuo de aprimorar produtos e serviços, robustez está longe de significar rigidez.

Além de contar com funcionalidades que garantem a assertividade dos processos automotivos, otimizando recursos humanos e financeiros, o Areco ERP está em constante evolução e, por isso, confere mais autonomia e segurança às decisões da liderança. Principalmente nas indústrias automotivas, para além da troca eletrônica de dados, a solução também oferece:

  • controle do ciclo de projetos de engenharia, com gerenciamento de mapas de produção, movimentação de estoques e roteirização de entregas;
  • suporte às Práticas de Qualidade Total (ISO), com domínio dos lotes e rastreabilidade de matérias-primas e produtos acabados;
  • acompanhamento de margens de contribuição na inserção de novos orçamentos e pedidos;
  • suporte às vendas B2B em campo, sincronizando automaticamente o cadastro de clientes e a geração de pedidos na web.

Conclusão

A mensagem final, portanto, é clara: se, por um lado, o EDI desponta como um mecanismo imprescindível às empresas que buscam maximizar o desempenho operacional, é preciso olhar com atenção às demais oportunidades de integrar áreas e lapidar processos. Precisa inovar e quer crescer de forma exponencial? Invista em tecnologia de gestão!

Para entender como o Areco ERP pode ajudar a desenvolver o seu negócio, converse com um especialista. Agende uma consultoria gratuita e discuta as próximas estratégias da sua empresa.

Conte conosco!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *