Backup e suas boas práticas para recuperação de dados

Backup e suas boas práticas para recuperação de dados

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

Não existe uma pessoa que hoje não considere a proteção de seus dados de extrema importância. Não importa se você está armazenando dados confidenciais de clientes ou da própria empresa ou simplesmente possui vários vídeos de cachorrinhos armazenados em pastas, ninguém quer acordar uma manhã e descobrir que seus dados se foram. Devido à natureza dos ataques on-line em constante evolução, é impossível garantir que seus dados nunca sejam invadidos ou corrompidos. A única maneira de se proteger totalmente é fazer backup regular deles para que você possa se recuperar totalmente em caso de um possível ataque aos seus dados.

Vamos começar entendendo: o que é backup?

Backup é o processo de fazer cópias de dados ou arquivos de dados para usar no caso de perda ou destruição de dados ou arquivos originais. Realizar um backup também pode se referir a fazer cópias para fins de histórico, como estudos longitudinais, estatísticas ou registros históricos ou para atender aos requisitos de uma política de retenção de dados.

Separamos algumas dicas práticas recomendadas para você decidir a solução ou soluções de backup ideal. Esses indicadores vão garantir que seus dados sejam seguros e totalmente recuperáveis.

Use armazenamento remoto

Um fator crítico na sua solução de backup são os backups remotos. Fazer backup de seus dados e armazená-los no mesmo disco que os dados originais pode ser tempo jogado fora. Os backups externos, ou pelo menos fora do servidor, permanecerão viáveis, mesmo se o servidor central estiver comprometido, permitindo recuperar totalmente os dados. Seja em um servidor físico ou em nuvem, os backups externos são cruciais para a recuperação de ataques ou perdas de dados inesperadas.

Faça backups com frequência e regularidade

Evite a perda de seus dados críticos, assegurando que os backups sejam feitos com frequência e em uma programação regular. Em servidores totalmente gerenciados, seu painel de controle oferece a flexibilidade de ter backups dentro da sua programação.

Determinar com que frequência seus dados são atualizados pode ajudar você a criar uma linha do tempo com a frequência de backup dos seus dados. Dados críticos atualizados continuamente precisarão de um agendamento de backup mais frequente. Uma solução de backup contínuo funcionaria bem nesse caso. Considerando que dados mais estáticos podem precisar apenas de backups diários/noturnos ou até semanais. Em seguida, verifique se a sua solução de backup corresponde às suas necessidades.

Considere o período de retenção

Depois de determinar a frequência, também é vital considerar por quanto tempo você manterá cada backup. Manter todos os backups para sempre não é possível devido a uma quantidade limitada de espaço para armazenamento. A maioria das soluções de backup oferece uma série de agendamentos de retenção, como manter backups diários e por hora por uma semana, backups semanais por um mês e backups mensais por alguns meses ou até anos. Esse tipo de agendamento permite ter vários backups recentes na recuperação.

Boas práticas de backup incluem a retenção de backups específicos, como mensais ou semestrais, pelo maior tempo possível, se não para sempre. Além disso, recomendamos pesquisar os padrões e requisitos de retenção de dados do seu setor.

Mantenha os backups criptografados e protegidos

Há casos em que não é suficiente fazer backup de seus dados em um local externo. Além da segurança das instalações que mantêm seus backups, criptografar os arquivos é uma etapa adicional da segurança dos dados. A criptografia de backup durante o armazenamento garante que seus dados estejam dentro da sua expectativa no caso de precisar recuperá-los.

Armazenar backups em matrizes RAID

Você deve armazenar seus backups em matrizes RAID. Distribuir seus dados por duas ou mais unidades em uma matriz RAID permite melhor desempenho, confiabilidade e conjuntos de dados mais abrangentes em sua solução de backup. Os RAIDs também podem ajudar a garantir que seus dados armazenados sejam protegidos contra a falha de uma única unidade.

A redundância, também conhecida como infraestrutura de alta disponibilidade, é a melhor maneira de diminuir o risco de ficar offline e/ou perder dados durante um ataque.

Continue a seguir a regra de backup 3-2-1

A regra 3-2-1 do backup estabelece que as organizações devem manter três cópias completas de seus dados, duas das quais sejam locais, mas em diferentes tipos de mídia, com pelo menos uma cópia armazenada fora do local. Uma organização que utiliza essas técnicas deve fazer backup em um sistema de armazenamento de backup local, copiar esses dados para outro sistema de armazenamento de backup local e, em seguida, replicá-los para outro local. No data center moderno, é aceitável contar um conjunto de capturas instantâneas de armazenamento como uma dessas três cópias, mesmo que esteja no sistema de armazenamento primário e dependente da integridade do sistema de armazenamento primário. Como alternativa, se a organização estiver replicando para um segundo local, poderá replicá-lo novamente para outro local para atender aos requisitos de três cópias.

A exigência de duas cópias em dois tipos de mídia separados é mais difícil para o data center moderno. Na sua forma mais pura, dois tipos diferentes de mídia significam literalmente dois tipos diferentes de mídia, ou seja, uma cópia dos dados no disco e uma cópia na fita. A forma mais pura dessa regra ainda permanece a prática mais ideal, mas é aceitável que as organizações considerem que uma cópia dos dados no armazenamento em nuvem seja o segundo tipo de mídia, mesmo admitindo que ambas as cópias estejam fundamentalmente em unidades de disco rígido. A contagem da nuvem como um tipo de mídia diferente também é reforçada se essa cópia na nuvem for imutável e só puder ser apagada após a aprovação de uma política de retenção. Em outras palavras, não pode ser apagado por um ataque malicioso.

Use o backup em nuvem com inteligência

Os profissionais de TI devem continuar demonstrando cautela ao mover dados para a nuvem. A necessidade de cautela é especialmente verdadeira no caso de dados de backup, pois a organização está alugando essencialmente o armazenamento ocioso. Embora o backup na nuvem forneça um preço atraente inicialmente, os custos da nuvem a longo prazo podem aumentar. Pagar repetidamente pelos mesmos 100 TBs de dados eventualmente pode se tornar mais caro do que possuir 100 TB de armazenamento. Além disso, a maioria dos provedores de nuvem cobra uma taxa de saída pelos dados movidos da nuvem para o local, o que ocorre sempre em uma recuperação. Essas são apenas algumas razões pelas quais é tão importante adotar uma abordagem estratégica para escolher um provedor de backup em nuvem.

Não use backup para retenção de dados

A maioria das organizações retém os dados em seus backups por muito tempo. A maioria das recuperações vem do backup mais recente, não de um backup de seis meses, e muito menos de seis anos atrás. Quanto mais dados contidos na infraestrutura de backup, mais difícil é gerenciar e mais caro fica.

Uma desvantagem da maioria dos aplicativos de backup é que eles armazenam dados protegidos em um formato proprietário e, geralmente, em armazenamento separado para cada tarefa de backup executada. O problema é que arquivos individuais não podem ser excluídos do armazenamento. Leis como a LGPD exigem que as organizações mantenham e segreguem tipos de dados específicos. Elas também exigem, graças às políticas de “direito a ser esquecido“, que as organizações excluam apenas determinados componentes dos dados do cliente e continuem armazenando outros dados dele. Além disso, essas exclusões devem ser executadas sob demanda. Como a exclusão de dados em um backup é uma impossibilidade, a empresa pode precisar executar etapas especiais para garantir que os dados “esquecidos” não sejam restaurados acidentalmente.

A maneira mais fácil de cumprir esse regulamento é não armazenar dados a longo prazo no backup. O uso de um produto de arquivamento para retenção de dados permite que as organizações cumpram vários regulamentos sobre proteção de dados, além de simplificar a arquitetura de backup. Normalmente, os sistemas de arquivamento são vendidos como uma maneira de reduzir o custo do armazenamento primário e, embora isso ainda seja verdade, o principal valor deles é ajudar as organizações a atender aos requisitos de retenção. Como resultado, as organizações podem simplesmente restaurar as tarefas de backup para o arquivo morto, que é um processo de baixa produção e fornece granularidade arquivo a arquivo.

Conclusão

Os dados que estão no servidor são a empresa em si. Dados de extrema importância, por exemplo, estão no Areco ERP como: PCP; Estoque; Financeiro; Contábil; Clientes e Fornecedores.

Casos como queima de HD do Servidor, Criptografia de Dados, Quedas de Energia, Vírus, Máquinas Virtuais – entre outros, são fatores que podem levar a perda de dados da empresa. Caso a organização não tenha um backup de dados externo, trará dor de cabeça em vários aspectos para os donos, gerentes e colaboradores.
Por esses motivos, salientamos a importância de salvar backups diários do sistema, se possível em duas plataformas, como um HD Externo – não conectado no Servidor e, também, em uma plataforma em Cloud, por exemplo: Google Drive, Mega, DropBox.
A Areco tem a solução para as pessoas que desejam maior segurança com seus dados com o serviço de hospedagem de servidor em nuvem. Na plataforma da Amazon Cloud, onde são feitos backups automáticos e toda a administração do servidor fica por conta da Areco.

Dentro do serviço Cloud você terá acesso à computação de escala na web elástica; um serviço controlado; serviços de hospedagem em nuvem flexível; um serviço integrado, controlado; além de ter um baixo custo e sua instalação ser simples.

Quer saber como podemos ajudá-lo(a) a otimizar as boas práticas do seu backup? Entre em contato com um de nossos especialistas e agende uma consultoria gratuita!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *