Elimine o retrabalho na fábrica: como alavancar a produtividade da indústria

Elimine o retrabalho na fábrica: como alavancar a produtividade da indústria

A baixa produtividade em atividades industriais é uma preocupação latente dos gestores de manufaturas. A boa notícia, contudo, é a de que é possível eliminar o retrabalho na fábrica ao priorizar a simplificação de operações, a integração de processos e a automatização de rotinas.

Inseridos em um cenário de alta concorrência e competitividade, é natural que os líderes industriais busquem conhecer, implantar e fortalecer soluções inovadoras para melhorar a performance da empresa — e a tecnologia, uma vez mais, se posiciona como a aliada ideal para esse desafio.

Tecnologia de gestão para alavancar a produtividade da indústria

No cotidiano das manufaturas contemporâneas, o termo “produtividade” é utilizado para descrever uma relação profícua e positiva entre os recursos disponíveis (insumos, tempo, etc) e os resultados deles obtidos (produtos gerados, serviços prestados, etc) — medindo, portanto, o quociente da produção pelo tempo e/ou mão de obra empregados para obtê-la.

Há algumas décadas, a tecnologia entrou em cena — e, dia após dia, se fortalece nesse cenário — para contribuir com a alavancagem de resultados empresariais. Capaz de potencializar a produtividade e de melhorar a competitividade do negócio, os recursos de gestão amparados em tecnologia despontaram como ferramentas imprescindíveis ao êxito e à perenidade da operação.

Nos dias de hoje, a despeito das diferenças estruturais e mercadológicas das indústrias bem-sucedidas, há algo de unânime na forma como administram as atividades da fábrica: todas dispõe de um sistema integrado de gestão, o ERP, para organizar, automatizar e controlar seus processos, medindo resultados com transparência e constância.

[POST] Como melhorar a capacidade produtiva da sua fábrica?

Os resultados de uma liderança tecnológica começam a ser sentidos ainda no curto prazo — e não param de render bons frutos, independentemente do tempo que vigore. O incremento na produtividade, significativa e lucrativamente, é constante.

A importância do ERP para eliminar o retrabalho na fábrica

Uma vez reforçada a importância do ERP na produtividade da indústria, é pertinente observar de que forma a tecnologia de gestão atua, também, de forma a eliminar o retrabalho na fábrica.

Evidentemente, ambas as situações estão essencialmente interligadas: se há altas taxas de retrabalho — consequentemente demandando nova mobilização de recursos e, na maioria dos casos, também gerando desperdícios de recursos — é bastante provável que a produtividade esteja comprometida.

A combinação dos dois elementos é perigosa e, caso seja identificada, deve ser imediatamente corrigida, permitindo que a operação volte a trilhar um caminho saudável de desenvolvimento.

[POST] Como alavancar processos de gestão e tornar sua empresa mais competitiva?

O ERP, quando aplicado no cotidiano fabril, viabiliza e otimiza etapas crucial do processo produtivo: o planejamento de produção, por exemplo, permite o cruzamento de dados (curva de demanda, saldo de estoques, disponibilidade de máquinas) e torna a execução mais excuta, segura e rentável.

Areco ERP para melhorar a produtividade da indústria

A eficácia (e, mais do isso, o caráter indispensável) do ERP na fábrica é, portanto, indiscutível. Mas atenção: não basta implantar a tecnologia, é preciso estar convicto de que se trata da solução mais adequada para gerenciar as operações do negócio.

Neste momento, a escolha do fornecedor requer cautela e confiança; afinal, a relação pretende-se duradoura e, caso esteja alicerçada em propósitos comuns, também bastante produtiva para as partes.

Para atender a uma demanda exigente, que persegue resultados consistentes e busca a competitividade no mercado, nasceu o Areco ERP. Totalmente aderente às rotinas industriais, o sistema atende desde o controle de custos ao acompanhamento do tempo exigido por cada processo, com visualização online de máquinas em atividade.

Dentre os benefícios suscitados pela utilização integrada do Areco ERP, despontam:

  • Engenharia integrada de produtos (incluindo cadastros de matérias-primas, subitens, embalagens e roteiros de produção)
  • Planejamento de produção (considerando a disponibilidade de recursos e as informações de turnos, horas úteis e prazos)
  • Gerenciamento de Ordem de Produção (com geração de código de barras para apontamento online de cada etapa)
  • Emissão de relatório de IQF e laudos de matéria-prima e produto acabado

Diante disso, ficam ainda mais evidentes os termos da vantajosa relação que existe entre a tecnologia em gestão e a otimização dos processos fabris.

Uma coisa é certa: empresas competitivas, que estão na vanguarda de seus mercados e aglutinam resultados expressivos, apostam em ERP para integrar, controlar e gerenciar suas operações — da produção à administração.

 

Conte conosco para combater o retrabalho e alavancar a produtividade da sua empresa! Para saber como podemos ajudá-lo,

FALE COM UM CONSULTOR!

 

Aproveite para ver também:

[POST] Por que a tecnologia é imprescindível ao sucesso da indústria 4.0?

[POST] Os 3 principais desafios das Indústrias de Alimentos e Bebidas

[DEPOIMENTO] Primer Tools recomenda o Areco ERP

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *